Pattinson Daily
O "Pattinson Daily", é a sua maior fonte de notícias sobre o ator Robert Pattinson no Brasil.
Textual description of firstImageUrl

The Telegraph: The Lost City of Z é um clássico instantâneo

Nenhum comentário:

23 de fevereiro de 2017


 Rudyard Kipling entendeu o que motivou Percy Fawcett. Em seu poema de 1898 "O Explorador", Kipling escreveu sobre um homem estimulado à aventura por uma voz - não um divino, rompimento de nuvens, mas um implacável sussurro interior, espetando-o com a perspectiva de maravilhas "perdidas atrás das Ranges", esperando pela descoberta para torná-los reais.

Fawcett ouviu aquela voz e atendeu. Nascido em 1867, foi arqueólogo e coronel da Artilharia Real, que se convenceu, durante uma série de expedições de mapeamento para a Amazônia, de que em algum lugar da selva havia uma cidade de ouro e milho - tão antiga que talvez tenha sido anterior à própria civilização ocidental . A evidência era escassa e tênue: depoimentos de nativos, utensílios de cerâmica e escultura, códigos estranhos esculpidos em rocha, mas Fawcett não conseguia descansar até ver onde o rio conduzia.

Vídeo: Robert e FKA Twigs com Solo em parque de Londres

Nenhum comentário:


            Fonte | Via: Pattinson Daily 
Textual description of firstImageUrl

[Mega Post] Robert promovendo The Lost City of Z em Berlim e Londres

Nenhum comentário:

20 de fevereiro de 2017














Depois de alguns meses longe do tapete vermelho, Robert voltou, no último dia 14, para divulgar seu novo filme, The Lost City of Z, no Festival de Berlim e no dia 16 promoveu o filme em Londres. Nossa equipe fez uma incrível cobertura, tentando, ao máximo, acompanhar os passos do Rob, confira:
Textual description of firstImageUrl

Production Notes de The Lost City of Z (transcritas apenas as citações relativas ao Robert)

Nenhum comentário:

17 de fevereiro de 2017


O Studio Canal forneceu as notas de produção completa de The Lost City of Z. Abaixo está a parte relativa ao Robert. Confira:

Sobre James Gray e seu papel como Henry Costin

Gray escalou Robert Pattinson para interpretar Henry Costin, o braço direito de Fawcett e parceiro de pesquisa. A estrela de Crepúsculo tem admirado a cinematografia de Gray, desde que viu We Own the Night. "Lembro-me de pensar que esse foi um dos melhores filmes que já vi", diz Pattinson. "Então eu vi Two Lovers, que é um dos meus filmes favoritos. Eu amo as performances que James tira de seus atores. Ele filma de um jeito tão clássico, então eu realmente queria trabalhar com ele."

Pattinson gostava de pesquisar as motivações psicológicas de Costin no contexto da estreita cultura militar da Grã-Bretanha do início do século XX. "Se você esteve no Exército, onde todos estão constantemente lhe dando um tempo difícil, e de repente você tem um oficial comandante como Fawcett, que basicamente, permite que você faça o que quiser desde que você não se queixe - bem, acho que é algo que Costin realmente apreciou", diz o ator.