Pattinson Daily: Relato de fã da Premiere britânica de Queen of the Desert
O "Pattinson Daily", é a sua maior fonte de notícias sobre o ator Robert Pattinson no Brasil.
Textual description of firstImageUrl

Relato de fã da Premiere britânica de Queen of the Desert

25 de abril de 2015

Dia 21 de abril de 2015, ocorreu a Premiere britânica de Queen of the Desert, apresentada pela Global Heritage Fund UK. Uma das participantes, Debbie Bayley, escreveu a crítica abaixo.


O que achei da Premiere para caridade de QOTD.
O local foi bastante íntimo e o vinho fluiu, embora eles pudessem ter servido com mais alguns petiscos! Estávamos todos em um grande grupo e marcamos a nossa presença durante a recepção de bebidas, que durou cerca de 1 hora. Não houve celebridades apenas alguns executivos do estúdio e membros da caridade Patrimônio Mundial e um autor que tinha escrito um livro sobre TE Lawrence. O chefe da caridade e do autor ambos tiveram uma breve conversa antes que o filme fosse exibido na sala de projeção. Eu acho que provavelmente o local não tinha mais de 100 assentos. Eu amei o filme mais do que eu pensei que eu iria. Os créditos de abertura listam os principais atores, em seguida, o nome de Rob veio e apareceu como "e Robert Pattinson como TE Lawrence", que foi um toque agradável. O cenário era impressionante e muito bem filmado. Conjuntos suntuosos, figurinos e capturas de tela de largura deslumbrantes do deserto interminável.

Foi um pouco meloso em algumas partes, especialmente as cenas entre Nicole Kidman e James Franco, mas uma vez que Gertrude começa sua jornada épica através do deserto, é que realmente somos pegos. Agora, para Rob. O que posso dizer, ele foi incrível com um excelente sotaque britânico de classe superior. Ele é tão bom em sotaques. Ele interpretou Lawrence com um monte de humor, de fato, o filme é cheio de humor. Ele estava muito bonito e roubou todas as cenas. Uma pena que ele não estava muito presente, mas quando ele estava na tela, era hipnotizante. Judy Dench ganhou seu Oscar em Shakespeare in Love e só foi no filme por 5 minutos então qualquer coisa é possível! A fotografia e música foram realmente bonitas e atmosféricas e a última cena de Gertrude montando para o deserto em um camelo foi uma verdadeira homenagem a David Lean's diretor do famoso filme Lawrence da Arábia(?). Eu daria 8 de 10. No geral, um filme muito agradável que me fez querer saber mais sobre Gertrude, ou Gerty, como Lawrence a chama!

Fonte | Tradução: Pattinson Daily