Pattinson Daily: Anton Corbijn menciona Robert em entrevista a Vue
O "Pattinson Daily", é a sua maior fonte de notícias sobre o ator Robert Pattinson no Brasil.
Textual description of firstImageUrl

Anton Corbijn menciona Robert em entrevista a Vue

28 de setembro de 2015


Em 1955, James Dean está à beira de se tornar um ícone. Ele tinha acabado de terminar East Of Eden e foi empurrando para um papel no próximo filme de Eli Kazan, Rebelde Sem Causa. Um jovem fotógrafo ambicioso chamado Dennis Stock avistou a qualidade de estrela em Dean e os dois formaram uma parceria notável, tanto como ator e fotógrafo e como amigos. O diretor holandês Anton Corbijn (Control, The American), ele mesmo, um fotógrafo por 40 anos, dirigiu Life, a história de poucas semanas, quando Dean e Stock se tornaram amigos, estrelando Dane DeHaan e Robert Pattinson. Nós falamos com o diretor aclamado pela crítica sobre o filme e suas duas estrelas imensamente talentosas. [...]

Robert pode não obter a atenção que Dane teve, simplesmente porque o papel de Dane é mais chamativo, mas esta pode ser a sua melhor performance.
Sim, acho que Rob é um ator muito bom. Eu acho que ele se recrimina muito, porque ele nunca acha que ele é bom o suficiente, mas ele realmente é. Ele é muito intuitivo e instintivo. Ele também é um homem incrivelmente agradável. Ambos são (no caso Rob e Dane). A energia no set foi ótima.

Robert é uma grande estrela na vida real, mas ele está interpretando a estrela menor neste filme. Isso é uma justaposição interessante.
Sim, as pessoas assumem que Robert está interpretando James Dean. Há um prazer perverso em tê-lo interpretando um fotógrafo. Ele faz escolhas corajosas como ator. O sucesso veio relativamente fácil para ele, então ele deixa passar papeis principais para provar a si mesmo. No meu filme ele interpreta um fotógrafo tentando provar a si mesmo. Há uma boa semelhança nisso.

FonteVia | Via: Pattinson Daily