Pattinson Daily: Cine Cola: Pattinson aparece poucas vezes em The Childhood of a Leader, mas com credibilidade
O "Pattinson Daily", é a sua maior fonte de notícias sobre o ator Robert Pattinson no Brasil.
Textual description of firstImageUrl

Cine Cola: Pattinson aparece poucas vezes em The Childhood of a Leader, mas com credibilidade

11 de setembro de 2015


Um trabalho ambicioso, que provavelmente será desprezado por aqueles muito leais às fontes que pagam tributo (ou muito descuidados para se preocupar com o que as fontes disseram). O filme de Brady Corbert, The Childhood of a Leader, teve sua estréia mundial na seção Orizzonti do 72º Festival de Veneza. The Childhood of a Leader, é uma adaptação de um conto de Sarte, mas a adaptação é solta e a visão em larga escala do filme é muito mais ambiciosa. Parece, de fato, como apenas uma das muitas referências e homenagens que pode literalmente ser encontrada em todos os muitos aspectos do filme, e que quer frustrar e alienar ou absolutamente ser aprovado por cada espectador individual, mas será mais do que provavelmente sentar-se com o melhor e verdadeiro cinéfilo, aquele que é tão animado por Bresson, Eisenstein, Abel Gance, Luchino Visconti etc. como Corbert obviamente é.

A história, a partir de um roteiro escrito por Brady Corbert e sua esposa Mona Fastvold, sendo que Corbert aqui também está em sua estréia na direção. Destina-se a servir como uma alegoria para a ascensão dos ideais fascistas da Europa entre as duas guerras mundiais, e tem lugar em torno da Grande Guerra, no início do século XX. Aqui, narrada por uma estrutura dividida em capítulos, Corbert examina a vida do filho do conselheiro do presidente norte-americano Woodrow Wilson na França. Com Barry Lyndon, o filme também compartilha o desenvolvimento fundamentalmente sombrio da história, o seu reforço de tensão silenciosa, mas mais importante do barroco sob o iluminado a fotografia, com abundância de amarelos, cinzas, preto e luzes dirigido por velas e lâmpadas de óleo. Esta é apenas uma parte da cinematografia com balanço selvagem e punk que Crowley fornece ao filme, juntamente com flashs de rastreamento meticulosos e momentos em que a câmera é jogada no ar com gestos soltos para mostrar o caos de uma multidão no final.

Colírio para os olhos hipnóticos que é reforçado ainda mais por sequências de montagem espetaculares para os quais editor David Jancsó pode ser elogiado e no qual Corbert também faz pleno uso de uma trilha sonora mastodôntica e poderosa de Scott Walker, que é particularmente para morrer em sua introdução orgásmica, composto de imagens de arquivo, na majestosa orquestração de cinema mudo e fornece uma contextualização histórica arrepiante à narrativa em massa do filme.

A grande parte do filme, no entanto, é uma peça de câmara e raramente sai da casa rural francesa em que a família reside fundamentalmente. Como tal, uma grande parte do impacto do filme depende fundamentalmente das performances do excelente elenco europeu, que proporciona voltas sólidos. The Childhood of a Leader também inclui a participação especial de Robert Pattinson, que só aparece por pouco menos de quinze minutos do filme em geral, mas o faz com grande credibilidade. No entanto, também é doce Tom, o ator -  criança britânica, que tem grande carisma e recorda o garoto angelical rebelde que rouba o show. Seu desempenho é de muito bom gosto e subestimado, e sua diligência claramente esconde um mistério sinistro, quase como se houvesse algum motivo oculto entre toda a sua ação.

Pode parecer estranho para alguns que um grande tema tão filosófico e político como o surgimento de idealismos fascistas seja reduzido a algo tão simples e uma filmagem simultânea tão magistralmente e descaradamente sem restrições, uma demonstração de bravura que o cinema mais frequentemente do que não desilude com ela. Mas é bastante previsível que o filme deveria ser apoiado por pensamentos confusos por aqueles que irão desprezar isso. Como um todo, a visão é coesa, o ritmo é consistente e hipnótico e pesado com o pós modernismo igualmente apaixonado e emocionante.

Talvez seja o auge da mais recente encarnação do pós-modernismo no cinema - pornografia cinéfila. Mas porque suas influências não se restringem ao seu próprio meio, e porque é ingenuidade provavelmente irá inspirar muitos a olhar para cima suas fontes, já podemos seguramente chamar The Childhood of a Leader de um artifício incompreendido monolítico dos filmes de hoje.

Fonte | Tradução: Pattinson Daily