Pattinson Daily: The Skinny: The Childhood of a Leader é ambicioso e formalmente deslumbrante!
O "Pattinson Daily", é a sua maior fonte de notícias sobre o ator Robert Pattinson no Brasil.
Textual description of firstImageUrl

The Skinny: The Childhood of a Leader é ambicioso e formalmente deslumbrante!

23 de junho de 2016

The Childhood of a Leader

Bérénice Bejo, Liam Cunningham e Robert Pattinson estrelam o drama de época de Brady Corbet centrado em uma criança rebelde.

Durante a última década o ator americano, Brady Corbet, tem esculpido uma carreira como um ator de personagens em alguns dos maiores diretores (Haneke, Von Trier) e cineastas jovens mais promissores (Antonio Campos, Mia Hansen-Love, Ruben Östlund) trabalhando hoje. Pelos sets de filmagem, ele claramente não estava interpretando Angry Birds entre as tomadas. Com sua própria estréia na direção, A Infância de um Líder, Corbet proporciona um filme tão ambicioso e formalmente deslumbrante como qualquer no qual ele é realizado. Há indícios de sabores pertencentes a vários cineastas para quem ele atuou, mas a bebida inebriante que Corbet cria é de mérito todo seu.

O filme abre com uma montagem de imagens de arquivo da Primeira Guerra Mundial definidas com ataques cardíacos de cordas que cortam como facas, cortesia de Scott Walker. O resto do filme diz respeito a guerra dentro de uma família bem feita, e tem seu filho adolescente, causando a revolta. Vimos pela primeira vez o querubim (o estreante hipnotizante Tom Sweet), interpretando um anjo em um jogo de natividade, serenamente agitando seus longos cabelos loiros de seu rosto. A próxima vez que vê-lo, ele estará jogando pedras para o público que sai da igreja.

É 1919. A Guerra cessou e a criança problema se mudou recentemente de Nova York para um castelo em ruínas no norte da França, a paisagem nua coberta de lama é situado em algum lugar na terra de ninguém. Seu pai (Liam Cunningham) é um emissário do governo de Woodrow Wilson, para supervisionar as negociações de paz finais com a Alemanha; a diplomacia em casa é ainda mais preocupante.

A mãe do menino, uma jovem alemã (Bérénice Bejo) obriga-o a pedir desculpas a congregação da paróquia. Ele faz isso com toda a sinceridade do recente pedido de desculpas de Johnny Depp para a Austrália, antes de correr para casa para vomitar. Birras em torno da nova culinária, aulas de francês e orações. Mais tarde, o diabinho anda em volta da casa nu depois de um muitas pessoas confundi-lo com uma menina.

Corbet segue estas batalhas da vontade com o virtuosismo de ópera, seu senso de espaço, ritmo e texturas sugerem que ele estudou os grandes estilistas como Hitchcock e Welles, tanto quanto os mestres europeus austeros atuais. Coordenada por Lol Crawley, a câmera percorre a casa a todo vapor, girando e girando com filmagens aéreas e sequências de rastreamento de comprimento; Nós até obtemos uma homenagem a la  Michael Neve La Région Centrale. Ele adiciona uma qualidade febril a este psicodrama, que se torna cada vez mais freudiano.

Muito se sugere, pouco se explica, mas o filme é rico em significado alegórico e ficamos com muito para mastigar entre os episódios elípticos. a incompreensão do menino completa pelos pontos da fábula O Leão e o Rato de Esopo a privilegiar como combustível para seu ego aterrorizante enquanto um cameo* duplo por Robert Pattinson acrescenta a suspeita de parentesco do rapaz, o que pode ser causa de sua rebeldia.

É através do primeiro papel de Pattinson como jornalista alemão e amigo da família que Cobert estabelece mais claramente suas cartas na mesa. "Essa é a tragédia da guerra", o personagem de Pattinson diz para o pai do menino ao longo de um jogo de bilhar. "Esse homem não tem a coragem de ser mau, mas que muitos ainda não a coragem de ser bom." Corbet nos convida a examinar o nosso papel na tirania que nos rodeia. Os tiranos não nascem, ele parece estar dizendo, eles são moldados, e nós, como sociedade somos os escultores.

*Cameo são participações não identificadas em filmes de pessoas conhecidas. 

Fonte | Tradução: Pattinson Daily

Nenhum comentário:

Postar um comentário